Brasil perde para a República Tcheca e se complica no Mundial de Basquete

O resultado complicou a vida da seleção brasileira. Agora, só uma vitória contra os EUA somado a uma combinação de resultados classifica o Brasil

A expectativa era a melhor possível. O Brasil passou bem pela primeira fase do Mundial de Basquete. Três vitórias em três partidas, uma delas contra a Grécia de Giannis Antetokounmpo. Mais uma boa atuação da equipe treinada por Petrovic era esperada. Não foi o que aconteceu. Desdes o primeiro minuto de basquete, a República Tcheca domínio o time brasileiro. Satoransky e Balvín, as duas principais armas da seleção europeia, apareceram.

Leia Também: Flamengo/Marinha mandará primeiro jogo da semifinal do Brasileirão contra o Corinthians em Cariacica-ES

O primeiro quarto começou e terminou com a vantagem no placar para os tchecos. 20 a 16. O segundo quarto continuou no mesmo ritmo. O jogo no garrafão funcionava para a República Tcheca, Balvín conseguia levar a melhor sobre o garrafão do Brasil. Nem Felício e Varejão pararam o pivô rival. A vantagem aumentou e foi para o intervalo 45 a 32.

Marquinhos voltou no segundo tempo entre os titulares. O Brasil insistia na bola do perímetro. E ela não caia. Do outro lado da quadra, a diferença ia crescendo e se tornando impossível de ser alcançada. Satoransky seguiu dono da partida, e o penúltimo quarto de partida chegou ao fim com o Brasil em um deficit de 19 pontos. 65 a 46.

A última parcial serviu para a seleção europeia administrar o placar. Nada que o Brasil fazia resultava em melhoras no placar. Petrovic optou por rodar o elenco nos minutos finais. Colocou Didi em quadra, descansou Varejão, Leandrinho, Alex e o Rafa Luz. Não havia mais o que fazer. A seleção tcheca encerrou a partida com uma vitória contundente sobre o Brasil. 93 a 71. Incríveis 22 pontos de diferença.

O Cenário da Seleção Brasileira

Uma vitória da Grécia sobre a República Tcheca na próxima rodada obriga o Brasil precisa vencer os EUA.

Uma vitória da República Tcheca sobre a Grécia forçará o Brasil a vencer os EUA por 22 pontos de diferença.

Uma derrota brasileira tira a chance da equipe de garantir vaga na Olimpíada de Tóquio via mundial. Restará o pré-olímpico mundial.

As duas melhores seleções de cada continente se classificam para Tóquio 2020. Aqui nas Américas, a Argentina já está classificada. Brasil e EUA disputam a segunda vaga.

 

Foto de destaque: Getty Images

Por:William Faria

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram