Em busca da glória eterna: A tristeza e a alegria na Libertadores

Libertadores tem definição de semifinais. Na Sulamericana, chance de final brasileira

O Palmeiras tinha a vantagem por ter ganho o primeiro jogo por 1 a 0 fora de casa contra o Grêmio, que foi copeiro e, apesar de sair atrás, resolveu a classificação em sete minutos com show de Cebolinha. Luiz Adriano comemorou fazendo coração pra torcida depois de fazer o gol, mas não sabia que pouco tempo depois, o coração alviverde seria machucado. O alviverde viu Everton Cebolinha empatar o jogo, e em mais uma jogada do atleta de seleção brasileira, quatro minutos depois, a bola sobrar para Alisson virar a partida para o tricolor. Jogo resolvido aos 22 minutos do primeiro tempo, e assim acabou, diante do desespero e a ansiedade palmeirense que os limitava a alçar bola na área gaúcha, contestando o técnico Felipão que sofre pressão de parte da torcida.

O adversário do clube paulista pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro, no domingo, será um time que fez sua torcida feliz, sonhadora e esperançosa. O Flamengo do técnico Jorge Jesus jogou com o regulamento debaixo do braço no Gigante da Beira-rio diante do Internacional. Mesmo assim, a equipe carioca foi melhor nos dois jogos e só viu os colorados se soltarem no segundo tempo, quando achou um gol de bola parada dando esperanças ao seu torcedor.

Leia Também: Em noite mágica, Brasil se classifica para final de torneio

O otimismo gaúcho reinava antes do início da partida, houve torcedor apostando em 4 a 0 para o campeão de tudo, mas não combinou com a boa defesa flamenguista e, claro, seu forte ataque que parece ser quase impossível de segurar.

O Rubro-Negro só não marcou gol em sete jogos na temporada, e o melhor ataque do país não passou em branco mais uma vez: Gabigol, que perdeu várias oportunidades, fez o dele no dois contra um armado pelo contra-ataque carioca, liderado pela velocidade de Bruno Henrique, que só tocou para o atacante no último instante. O clube da Gávea venceu a primeira partida no Maracanã por 2 a 0, e com o gol, o Inter teria que vencer por 4 a 1, na reta final da partida. O balanço das redes de Marcelo Lomba deu tranquilidade ao Mais Querido do Brasil e trouxe a certeza para a nação de que enfrentaria o Grêmio na próxima fase. O apito final explodiu os mais de dois mil torcedores Rubro-Negros no estádio porto-alegrense, que de frente para seus jogadores, pediram o mundo de novo em um momento icônico que promete entrar para a história.

Um novo fim do mundo de encontra à desejada Copa Libertadores da América. Não há como não romantizar o embate dos gigantes argentinos Boca e River. Eles moram juntos, dormem juntos, acordam juntos. No mesmo bairro, Boca e River acordam com o mesmo sol, tomam café lado a lado, almoçam no mesmo restaurante, e a rivalidade histórica ganhará mais um capítulo internacional: o superclássico argentino fará a semifinal da América. Se de um lado o Flamengo estragou o Gre-nal e vai enfrentar o Grêmio em confronto brasileiro, Boca e River dão a certeza de uma final entre Brasil e Argentina. O Boca fez o resultado no Equador, onde bateu a LDU por 3 a 0, e na Bombonera, com poucos acontecimentos, praticamente esperou o juiz  apitar para esperar o rival. Para a torcida, o Boca está proibido de perder novamente para o River Plate. Seria a segunda derrota em menos de um ano para a equipe adversária, que foi campeã da Libertadores em cima dos xeneizes, e agora tentam frustrar os planos boquenses mais uma vez.

O time de Marcelo Gallardo teve enredo parecido com o flamenguista. Fez 2 a 0 em casa, e contra o Cerro Porteño no Paraguai, tomou gol ainda mais cedo, aos oito minutos. Os paraguaios acreditaram ainda mais, até que De La Cruz fez belo gol de fora da área e empatou a partida para os argentinos. Assim como o Inter, o Cerro teria que fazer mais três e conseguir uma vitória heróica por 4 a 1, mas a reação não veio e o River seguiu obcecando o bi da América.

Foto de destaque: Juan Medina/Reuters

Por: Apito Copeiro

 

 

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram