Rumo a Tokyo: a importância de uma mente bem treinada no desempenho dos atletas

Estar com a parte física em dia é fundamental para todos os atletas, mas a mente é outro ponto fundamental na vida de um campeão. Em entrevista o mental coach de atletas do Time Brasil, Renato Endo, fala sobre o tema

 

Estar em forma e com os treinamentos em dia é essencial para todo atleta, mas não é só o corpo que precisa estar treinado. A mente é uma importante parte no processo de criação de um vencedor. Mente forte, atleta forte. E esse é o tema da segunda entrevista do Rumo à Tokyo.

Leia também: Rumo à Tokyo: conheça Graziela Santos, a primeira indígena a disputar um Mundial de Tiro com Arco

Para falar sobre isso convidamos Renato Endo, treinador mental de atletas do Time Brasil – equipe brasileira de atletas olímpicos. Fundador da Deeper Co, Renato é certificado em Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching, em Hipnoterapeuta pela OMNI Hypnosis Training Center e em Master Practitioner em Programação Neurolinguística (PNL) pela Sociedade Internacional de PNL.

Ele trabalha com atletas de diversas modalidades, como UFC, Vôlei, Karatê, Handebol e cia para fortalecer suas mentes e alcançarem seus objetivos.

Rachel Finotti, Lucas Santos, Renato Endo, Nicole Mota – Seleção Brasileira de Karatê – (Foto: Reprodução Renato Endo)

 

Na entrevista ele conta no que consiste o seu trabalho; como atua com os atletas; fala sobre o caso de depressão entre esportistas; motivação; e mais. Confira abaixo a o papo completo:

 

Valdeir Militão: Renato, primeiramente, para que nós tenhamos uma noção melhor, explica no que consiste um treinamento mental e o que exatamente você trabalha com os atletas?

Renato Endo: Treinamento Mental é o treino focado na parte mental e emocional. Assim como o corpo e as técnicas, a mente tem um papel fundamental no desempenho dos atletas, tanto nos treinos quanto nas competições. Meu trabalho é ajudar o atleta a ganhar controle sobre a sua mente para alcançar o seu melhor desempenho. Para isso, utilizo técnicas de Hipnose, PNL e Coaching, ajudando o atleta a aumentar seu foco, sua motivação, sua confiança, e a controlar melhor a ansiedade, o nervosismo, medos, pressões e pensamentos negativos.

 

V.M.: No Time Brasil, e na sua empresa, você trabalha com atletas de diversas modalidades. O treinamento para todos é o mesmo ou varia dependo de esporte/pessoa?

R.E.: Eu realizo dois tipos de trabalho com os atletas: o Treinamento Mental e as Mentorias. No Treinamento Mental eu explico para os atletas como a nossa mente funciona e ensino passo-a-passo as principais técnicas mentais que estão sendo utilizadas pelos maiores atletas do mundo todo. Esse Treinamento é um pouco mais padrão, pois o objetivo é construir a base que eles precisam para controlarem a mente. Já nas Mentorias, vamos trabalhar pontos mais específicos do atleta baseado em seu perfil e sua modalidade.

 

Renato Endo, Adriani Vilvert, Raquel Loff, Ana Guth – Atletas do Vôlei Bauneário Camburiú – (Foto: Reprodução Renato Endo)

V.M.: Atualmente temos visto muitos atletas revelando que sofreram de depressão em algum momento da carreira. Mais do que isso, saúde mental tem sido um tema forte na sociedade. Você aborda isso com seus filiados? algum já revelou estar passando por isso?

R.E.: Sim, eu atuo com esse problema de duas formas: prevenção e tratamento. O treinamento ajuda o atleta a se conhecer melhor e a ter um equilíbrio emocional maior, ajudando na prevenção da depressão. Como eu não sou médico, eu não posso dar diagnóstico e nem receitar remédios, então caso o atleta apresente sinais de depressão, direciono à um médico e em paralelo, uso a hipnoterapia para tratar as causas emocionais, o que ajuda a acelerar sua recuperação.

 

V.M.: Por vezes, mesmos os grandes, atletas sofrem por falta de motivação. Aconteceu com Phelps e Bolt, por exemplo. Como você trabalha essa questão com os atletas? imagino que seja um dos maiores desafios da profissão.

R.E.: Motivação é o motivo que te faz entrar em ação. Existem três tipos de motivação: a motivação por instinto de sobrevivência, a motivação extrínseca e a motivação intrínseca. Um dos pilares do meu trabalho é justamente ensinar o atleta a se motivar em diferentes momentos de sua carreira. Porém, eu não aconselho o atleta a se apoiar em sua motivação porque ela oscila. Tem dias que acordamos querendo dominar o mundo, mas tem dias que não queremos nem levantar da cama. Se você quiser alcançar seus objetivos, você precisa ter é Disciplina.

 

V.M.: Assim como as pessoas “comuns”, os atletas tem problemas no seu dia-a-dia. Estresses, decepções e etc. Como você faz para “blindar” os atletas dessas questões quando as grandes competições se aproximam? Um dia ruim e pode comprometer o trabalho de um ciclo inteiro, certo?

R.E.: Sim, antes de tudo o atleta é um ser humano. Para blindar o atleta eu trabalho com dois pilares: Mindset e Foco. Durante o treinamento, vamos desenvolver a mentalidade do atleta, para que ele pense e viva como um verdadeiro campeão. Além disso, o atleta precisa focar nas coisas certas, tanto dentro quanto fora do esporte.

 

V.M.: Já aconteceu de algum atleta treinar por um período com você, não ver resultado instantâneo e querer desistir do esporte? caso sim, pode contar como foi para convencer ele do contrário e mostrar que é um processo de melhoria?

R.E.: Sim, muitos atletas pensam em desistir quando tem resultados negativos. Quando não alcançam o resultado esperado, é natural que muitos se sintam tristes, frustrados ou com raiva. E esses estados emocionais geram pensamentos negativos, como o de desistir. Mas essa poeira sempre abaixa com o tempo, e quando abaixa, o atleta volta com tudo. Meu trabalho é ajudar o atleta a saber lidar com derrotas e erros.

 

V.M.: Para fechar. Como é a preparação para uma Olimpíadas, que é a maior competição para os atletas. Existe um treinamento mental especifico?

R.E.: O Treinamento Mental é o mesmo, a mesma técnica que o Phelps faz para as Olimpíadas, nós vamos fazer para um Campeonato Paulista. Então o que muda é o conteúdo e não a forma de treinar a mente.

 

 

Por: Valdeir Militão  |  Foto de destaque: Reprodução Renato Endo

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram