Mogi controla a partida do início ao fim e derrota o Vasco por 88 a 75 em São Januário

O Mogi das Cruzes foi ao Rio de Janeiro e demonstrou não sentir a pressão de São Januário. Com muita solidez defensiva e contundência ofensiva, o Mogi derrotou o Vasco da Gama por 88 a 75. Com essa vitória, garantiu a quarta posição e o mando de quadra nas quartas de final da Copa Super 8, quando enfrentará o quinto colocado, Paulistano.

O Vasco da Gama tinha chances pequenas de participar do novo torneio, que dá vaga direta para a Liga das Américas. Além de ser obrigado a derrotar os mogianos, precisava de uma combinação de resultados.

O cara da partida: Shamell estava com as mãos quentes. Acertou cinco bolas desde a linha dos três pontos, dentre as 7 tentativas. O ala converteu 24 tantos, sendo 11 deles no último quarto, e foi o cestinha da partida.

Outros destaques:

Mogi: O ala/pivô Gruber, obteve um duplo-duplo, com 15 pontos e 11 rebotes. Além disso, cinco assistências. Deodato por pouco não obteve um triplo-duplo, com 12 pontos, 9 rebotes e 7 assistências. O pivô JP Barista também teve o seu duplo-duplo, com 11 pontos e 10 rebotes, além de 5 assistências.

                                         Imagem: Vinícius Lima | capa: divulgação Vasco da Gama.

 

Vasco: o recém chegado Caio Torres teve boa atuação, mesmo com a derrota cruz-maltina. Com 16 pontos e 4 rebotes. Além dele, Gemerson e o armador norte-americano, Deonta Stocks, também tiveram bons números.

Gemerson: 15 pontos, 7 rebotes.

Stocks: 12 pontos.

Primeiro tempo: início de jogo bastante agitado, no qual a equipe paulista mantinha domínio, imprimia bom ritmo e controlava a partida. O Mogi fechou o primeiro quarto em vantagem por 23 a 14, e iniciava os primeiros minutos do segundo período com uma diferença de 15 pontos. (31 a 16). Posteriormente, o Vasco esboçou uma reação. Pondo intensidade ao jogo ofensivo, o Vasco teve o seu melhor momento na primeira parte do jogo, e encurtou a diferença para 4pts (36 a 32). Em seguida, o time da região metropolitana de São Paulo respondeu com 5 tantos consecutivos, fechando o primeiro tempo em 41 a 32.

Segundo tempo: início avassalador dos visitantes. O terceiro quarto expressou uma enorme superioridade com a diferença aumentada para 19 pontos. O Vasco, muito aguerrido, foi buscar, e conseguiu fazer a diferença cair para 10 pontos, e assim permanecer vivo no jogo.

O pivô Caio Torres e o ala Gemerson foram essenciais para essa retomada vascaína. No último quarto, erros defensivos e individuais voltaram a prejudicar o Vasco. Dessa maneira, o Mogi voltou a abrir 19 pontos de vantagem, e assim pôde administrar a partida com mais facilidade até o seu desfecho.

Entrevistas: os destaques de Vasco e Mogi, Shamell e Caio Torres conversaram rapidamente conosco. Em breve, as entrevistas estarão disponíveis no YouTube e no site do Tabela Carioca.

Próximos confrontos das equipes:

Classificado para a Copa Super 8, o Mogi irá enfrentar o Paulistano. A partida ainda não tem data para acontecer. Está prevista que seja entre os dias 21, 21 ou 22 de dezembro. Já o Vasco não terminou o primeiro turno numa boa colocação, não jogará a Copa, e só voltará às quadras em 2019, contra o Bauru Basket no dia 09 de Janeiro.

Por: Vinícius Lima.

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram