Federer vs Djokovic na Final do Masters 1000 de Cincinnati

Roger Federer e Novak Djokovic farão a final do Masters 1000 de Cincinnati. Será o quarto confronto entre o suíço e o sérvio na história da competição. Federer levou a melhor nos três encontros anteriores, sendo o ultimo, em 2015, quando Djokovic ainda era treinado por Boris Becker e Federer por Edberg. A caminhada dos dois jogadores não foi fácil. O suíço precisou jogar duas partidas em um dia, por exemplo. Nole teve pelo seu caminho Steve Johnson, Kyle Edmund, Grigor Dimitrov, Milos Raonic e Marin Cilic. O Maestro Suíço passou por Peter Gojowczyk, Leonardo Mayer, Stan Wawrinka e David Goffin até chegar a final.

Os dois ex numero 1 do mundo não se enfrentam desde a semifinal do Australian Open de 2016. Na ocasião, Novak derrotou seu rival por 3×1. A vitória levou Djoko a ultrapassar Federer no head to head. O sérvio possui uma vitória a mais no confronto direto. 23×22. Federer busca seu oitavo titulo em Cincy. Já Djokovic, tenta vencer pela 1º vez o torneio. Caso vença, Nole fechará os Masters 1000. Fato que nenhum outro jogador conseguiu fazer ainda.

As Semifinais dos finalistas

O primeiro a entrar em quadra foi Novak Djokovic. Ele enfrentou Marin Cilic em 3 sets. 6/4 3/6 6/3. Djoko conseguiu largar bem na partida. Quebrou o croata logo no terceiro game e manteve a quebra até fechar a primeira parcial. No segundo set, Cilic abriu 3×0 e sustentou a vantagem, levando o set. O último set foi mais equilibrado. O sérvio precisou de duas quebras para derrotar seu oponente. Ele quebrou Cilic no quarto game do set, foi quebrado em seguida e devolveu no oitavo game. Confirmando o seu saque logo em seguida, Novak Djokovic fechou a partida na segunda oportunidade que teve.

 

Novak Djokovic tenta título inédito em Cincinnati (Foto: Rob Carr/AFP)

 

Federer venceu o belga David Goffin após desistência de seu adversário no inicio do segundo set. O primeiro set da partida não teve muitas emoções. Os jogadores conseguiram manter seus serviços. A primeira ameaça só surgiu no décimo game de partida, com Goffin salvando três break points. A partida foi para o Tiebreak e o suiço conseguiu abrir 4×1, impedindo qualquer chance de reação de Goffin. Logo ao fim do set, o belga pediu atendimento para tratar um incomodo no ombro. Com dificuldades para sacar, David Goffin entregou os pontos e desistiu da partida no terceiro game do segundo set. Final 7/6 (3) 1/1*. Federer, caso vença, chegará a incrível marca de 99 títulos de simples na carreira.

 

Federer busca 99ª conquista da carreira (Foto: Getty Images)

 

Foto de destaque: Getty Images

 

Por: William Faria

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram