Equipe Brasileira de 4×100 metros em atletismo fazem história em campeonato mundial no Japão

Atletas garantiram vaga nos Jogos Pan-americanos de Lima 2019 e campeonato mundial de Doha 2019

No último final de semana a equipe Brasileira de atletismo conquistou medalhas de ouro em provas de 4×100 metros no mundial de revezamento no Japão. Essa prova em equipe foi uma conquista inédita que era esperada por 20 anos pelo os melhores velocistas do Brasil. A vitória foi comemorada por atletas, como: Rodrigo Nascimento, Derick Alves, Jorge Vides e Paulo André.

Leia também: Com campeões olímpicos e mundiais, seleção de judô é definida para Campeonato Mundial de Tóquio

A conquista dos atletas Brasileiros foi um feito histórico, devido ao atletismo brasileiro ter conseguido o ouro pela primeira vez em competição importante com provas em equipes. O único ouro em mundial até essa competição pertencia à Fabiana Murer, no salto com vara, em 2011, em Daegu (Coréia do Sul).

Atletas Brasileiros de atletismo comemoram o feito inédito da conquista da medalha de ouro | Créditos da foto: divulgação/CBAt

Um dado mais animador para os fãs do atletismo nacional é que os quatro novos medalhistas são jovens. Jorge Vides tem 26 anos, Rodrigo Nascimento, 24, Derick Silva, 21, e Paulo André, 20. Para chegar ao ouro em Yokohama com o tempo de 38s05, eles desbancaram os favoritos norte-americanos, que contavam na equipe com Justin Gatlin – campeão olímpico e mundial em provas de 100 metros e hoje com 37 anos.

Mundial de Revezamento, no Japão, foi a quarta edição da competição, disputada em 2014, 2015 e 2017 em Bahamas. Desde 2015, passou a ser bienal.

E com isso os atletas Brasileiros de atletismo garantiram vagas nos Jogos Pan-americanos em Lima (Peru) 2019 e no Campeonato Mundial de atletismo de Doha (Catar).

 

Retrospecto histórico da equipe Brasileira masculina de atletismo em conquistas de medalhas

A equipe masculina de 4×100 metros só tinha ido tão longe em uma competição internacional em 1999, quando obteve a medalha de bronze no mundial de Sevilha. Em 2003, foi mais longe ainda e garantiu a prata no mundial de Paris.

Em Jogos Olímpicos, o 4×100 metros com homens também já ganhou duas medalhas – uma de bronze em 1996, em Seul, e outra de prata, em 2000, em Sydney.

Os cinco ouros olímpicos do atletismo do Brasil vieram de provas individuais com: Adhemar Ferreira da Silva (no salto triplo em 1952 e 1956) , Joaquim Cruz( nos 800 metros, em 1976), Maurren Maggi(no salto em distância, em 2008)  e recentementeThiago Braz da Silva, no salto com vara, que emocionou milhares de pessoas no Engenhão, no Rio 2016.

 

Por: Igor Oliveira| Foto de capa: divulgação/CBAt

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram