Brasileira conquista o cinturão, mas vê os compatriotas decepcionarem a torcida

Jessica Bate-Estaca é a nova campeã do peso-palha garante a única vitória do Brasil no card principal do UFC

 

No sábado (11/5), os brasileiros tiveram uma noite para esquecer no Ultimate Flighting Championship (UFC). A edição 237 foi realizada na Arena Jeunesse e apenas Jessica “Bate-Estaca” Andrade venceu no card principal. Anderson Silva, José Aldo, Thiago Pitbull e Bethe Correia foram derrotados diante da sua torcida.

Leia também: Raoni Barcelos é vencer, vencer, vencer

Para salvar as más atuações dos brasileiros e trazer mais um cinturão feminino para o Brasil, Jessica Bate-Estaca venceu de virada Rose Namajunas. Após perder o primeiro round e estar perdendo no segundo, Jessica conseguiu o nocaute técnico ao levar a americana ao chão e o juiz principal interromper a luta.

Bate-Estaca já tinha feito uma disputa de cinturão, contra a ex-campeã Joanna Jedrzejczyk, em 2017, mas foi derrota. Após isso ela emplacou três vitórias até conseguir o cinturão.

Agora o Brasil possui três cinturões do UFC. Além de Jessica, com o cinturão do peso-palha, Amanda Nunes é a detentora de outras duas categorias: peso-galo e peso-pena.

Anderson Silva desaba após receber o chute do adversário – (Foto: Reprodução UFC)

No co-main event, Jared Cannonier conseguiu uma vitória logo no primeiro round contra a lenda, e ex-campeão, Anderson Silva. Spider recebeu chute por dentro da perna e ficou impossibilitado de prosseguir no combate, resultando em um nocaute técnico.

O americano, que ocupa o décimo lugar no ranking, conseguiu sua maior vitória na carreira e avança na categoria do peso-médio. Já o brasileiro, agora, acumula dois revés seguidos, já que vinha de derrota para o campeão interino Israel Adesanya.

Em uma das lutas mais aguardadas pelo público, o australiano Alexander Volkanovski travou bela batalha e venceu o ex-campeão José Aldo, que vinha de duas vitórias seguidas, por decisão unânime.

O australiano emplacou sua sétima vitória seguida dentro do UFC e sobe muito na categoria dos penas. Considerado Rei do rio, José perde pela segunda vez no estado. Sua primeira derrota havia sido quando perdeu seu cinturão para Max Holloway, em 2017.

Aldo recebendo golpe do australiano – (Foto: Alexandre loureiro)

 

O argentino Laureano Staropoli é dado como uma nova revelação no peso-médio no UFC. O lutador emplacou sua segunda vitória ao derrotar, por decisão unânime, o veterano Thiago Pitibul, que vinha de vitória sobre Max Griffin no UFC de Fortaleza.

O card principal da noite foi aberto com o confronto entre mulheres no peso-galo. Irene Aldana conseguiu sua terceira vitória, dessa vez contra Bethe Correia, com uma chave de braço, no terceiro round. Bethe agora amarga sua segunda derrota consecutiva. Antes da luta, a brasileira enfrentou sérios problemas com a balança, ficando 2,2kg acima do peso e, com isso, perdeu 30% de sua bolsa.

 

Card preliminar

O experiente Rogério Minotouro fechou o card preliminar, mas não aguentou o ímpeto de Ryan Spann. Depois de uma trocação intensa, o brasileiro acabou sendo nocauteado. Com a vitória, americano consegue subir alguns degraus na categoria do meio-pesado.

Em duelo bastante movimentado na categoria leve, Thiago Moisés conseguiu sua primeira vitória no UFC. Ele dominou o combate e venceu por decisão unânime Kurt Holobaugh, que emplaca sua terceira derrota consecutiva.

Com uma luta impecável no peso-medio, o brasileiro Warlley Alves dominou todo o combate e foi coroado com um lindo nocaute no terceiro round em cima de seu compatriota Serginho Moraes. Alves vinha de uma derrota para Jared Krause, mas deu a volta por cima e conseguiu sua sétima vitória dentro do UFC.

Na luta de duas lendas do Ultimate, o incansável Clay Guida conseguiu venceu por decisão unânime em cima do veterano Bj Penn, que amarga sua sétima derrota consecutiva. O duelo ocorreu no peso-leve foi muito movimentado, respondendo à altura aos fãs presentes.

Outra grande luta foi entre Priscila Pedrita e Luana carolina. As duas proporcionaram um verdadeiro show para o público na arena. Estreante da noite Luana Carolina, garantiu a vitória por decisão unânime em combate bastante movimentado e com muitas emoções no peso-mosca. Priscila Pedrita amarga sua terceira derrota consecutiva na organização.

No peso-galo masculino, o brasileiro Raoni Barcelos conseguiu sua terceira vitória na organização, ao pegar Carlos Huachin que foi chamado faltando menos de dez dias para substituir o russo Said Nurmagomedov. O peruando fez um bom combate no início da luta, mas no fim do segundo round foi derrotado por um nocaute técnico.

Abrindo o Card preliminar e fazendo a primeira luta da noite, tivemos um combate duríssimo e eletrizante no peso-galo, Viviane Araújo foi chamada de última hora para substituir Melissa Gatto que teve uma infecção na perna, fez uma estreia avassaladora no UFC, no terceiro round conseguiu um nocaute espetacular em cima de sua compatriota Talita Bernardo.

 

Veja mais: Em entrevista, Felício projeta Mundial, deseja sorte aos brasileiros no Draft e fala sobre seu desempenho na NBA

 

 

Por: Caio Quintella  |  Foto de destaque: Susumu Nagao/USA TODAY Sports

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram