Flamengo encaminha vitória no segundo tempo e armador botafoguense cobra mudança de postura

Jogando no Tijuca Tênis Clube para um público de 1.456 torcedores, o Flamengo derrotou o Botafogo por 81 x 69, emplacou a segunda vitória na série das semifinais e está a 1 passo da garantir a vaga nas finais do NBB

Foi o 2ª maior público do Flamengo na competição, só atrás dos 1732 presentes no terceiro confronto contra o Corinthians, nas quartas de finais | Foto: Marcelo Melo

O jogo

Tentando se reabilitar da derrota inicial em casa, a equipe do treinador Léo Figueiro buscava a reação no ginásio do Tijuca Tênis Clube. No primeiro quarto do confronto, a partida foi marcada por diversas disputas, o aspecto físico presente esteve presente desde os primeiros minutos do confronto. Destaque para os 100% de aproveitamento de Derik em seus arremessos e 8 pontos na conta, do lado alvinegro, o armador Coelho ditava o ritmo. O placar de 23 x 16 para o Flamengo demonstrava um melhor aproveitamento em seus lances de ataque, 62% para os rubro negros contra 42% do time da Estrela Solitária.

Leia também: O lado b do futebol carioca: Gabriel Andrezo é o convidado do Tabela Carioca desta semana

O trio Arthur, Cauê e Diogo foi responsável por 19 pontos dos 24 conquistados no segundo período pelo alvinegro e comandaram a virada da equipe botafoguense. Com uma marcação forte, impediram os arremessos de 3 do lado flamenguista e dificultaram as ações dentro do garrafão. Do lado de fora das quadras, o banco dos visitantes vibrava bastante a cada ponto e interceptação.

O placar de 40 x 38 parecia ser o início da vitória alvinegra. Mas não foi isso o que aconteceu, a partir do terceiro quarto a força do elenco rubro negro e a maior possibilidade de rotação entre os jogadores prevaleceu, junto a uma empolgada e participava torcida, o Flamengo aumentou o seu ritmo, melhorou o seu desempenho defensivo e partiu para mais uma vitória contra o rival estadual.

Coelho, armador do Botafogo:

“Acabou o nosso fôlego, temos uma rotação menor, faltou um gás a mais no rebote e na defesa. Eu posso dizer que essa derrota foi a mais importante do campeonato, pois vai nos alimentar para o sábado, teremos uma postura diferente, é o ultimo tiro da cartola. Flamengo tem ótima equipe, orçamento muito maior que o nosso, mas ele não possuem mais vontade que a gente.”

A vantagem de 61 x 54 ao final do penúltimo quarto do jogo era a maior do jogo até então. No último quarto, os mandantes mantiveram a agressividade defensiva e fecharam a partida em 81 x 69.

Deryk, ala do Flamengo e cestinha da partida:

“Melhoramos o empenho defensivo no segundo tempo e com isso obtivemos o controle da partida. A equipe toda está de parabéns pela maneira que envolvemos no ataque. É uma semifinal do NBB, mostra o valor do Rio de Janeiro. No sábado será uma guerra uma história totalmente diferente.”

Destaques do jogo:

No próximo sábado (11/05), às 14 hrs, Flamengo e Botafogo voltam a quadra do Tijuca Tênis clube para o terceiro confronto. Em caso de nova vitória rubro negra marcará a volta da equipe as finais do NBB, após duas temporadas de ausência.

 

Por: Anderson Silva| Foto de capa: Marcelo Melo

 

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram