Apito Copeiro – Fim da quinta rodada e os 10 classificados para o mata-mata da Libertadores

A fase de grupos vai chegando em sua reta final, após a quinta e penúltima rodada desta semana, 10 clubes já carimbaram seu passaporte para as oitavas, restando seis vagas e 13 equipes brigando pela glória

Começando pelos jogos de terça-feira, o Cruzeiro derrubou o Derpotivo Lara para a terceira colocação ao vencer por 2 a 0 na Venezuela. A equipe celeste já estava classificada e continua com 100% de aproveitamento, ganhando todas as partidas até aqui e fazendo 15 pontos, se isolando na ponta da tabela geral da competição. Já os venezuelanos estão com cinco pontos, um atrás do vice-líder Emelec que ganhou do Huracán na Argentina por 2 a 1, tirando os hermanos da briga pelo terceiro lugar do grupo, que daria acesso à Copa Sul-Americana.

Mas a terça não foi só de Grupo B! Pelo Grupo C, Olimpia e Unión Concepción travaram uma guerra bonita de se ver no Chile. O clube chileno só não tirou a segunda colocação do Godoy Cruz, que venceu o Sporting Cristal por 2 a 0, graças a um gol olimpista salvador no último lance do jogo, que terminou em 3 a 3. Os paraguaios seguem líder e já classificados, com 12 pontos. Godoy e Concepción têm seis cada, e lutarão pela segunda vaga na última rodada, enquanto os peruanos já estão eliminados.

Leia também: Pedidos de dispensa da seleção feminina de vôlei preocupa comissão técnica

Brasileiros da ascensão a dor

Grêmio e Atlético Mineiro viveram momentos opostos nesta rodada. O tricolor, que agonizava no grupo Grupo H, ganhou sobrevida após vencer o líder Libertad, no Paraguai, que havia ganho todas as partidas até então e perdeu a invencibilidade para o imortal ao ser derrotado por 2 a 0. Os gaúchos têm agora sete pontos, mesma pontuação de Universidad Católica, que empatou em Rosário com o já eliminado Central, por 1 a 1.

O galo mineiro viveu a sensação oposta, e em seu ápice. O clube de Belo Horizonte precisava vencer o Nacional para manter viva a chama da esperança, mas em falha defensiva, acabou perdendo por 1 a 0 e frustrando os sonhos do torcedor atleticano. O alvinegro soma apenas três pontos, assim como o venezuelano Zamora (que só tem três pontos graças a vitória dessa rodada, sobre o Cerro, por 2 a 1), e é lanterna do Grupo E,  neste grupo dois classificados avançaram com muita facilidade: o próprio Nacional e o Cerro Porteño. Ambos possuem 12 pontos, contrapondo os dois últimos que brigarão por uma vaga na Sul-americana.

 

Copa de quarta

Na quarta, o Athletico Paranaense perdeu para o Jorge Willstermann por 3 a 2, na Bolívia. Apesar do rubro-negro depender apenas de si, mesmo derrotado ainda poderia se classificar. E foi o que aconteceu: Boca Juniors e Tolima empataram em 2 a 2, o clube colombiano soma cinco pontos, assim como o boliviano, e podem alcançar somente o Boca, que tem oito. No entanto, é muito difícil que aconteça, pois o saldo de gols dos argentinos é de 4, enquanto terceiro e quarto colocados estão negativando, com -3 e -7, respectivamente. O atual campeão da Sul-Americana é líder, com nove.

Já no Grupo A, o atual campeão River Plate e o Internacional são os classificados. O colorado está quase 100%, com quatro vitórias e um empate, totalizando 13 pontos em 15 disputados. O clube da capital gaúcha bateu o Alianza Lima fora de casa por 1 a 0, e os millonários garantiram o passe apenas nessa rodada, diferente da equipe brasileira, que se garantiu ainda na quarta rodada. O placar a favor dos argentinos foi de 2 a 0, no Palestino, do Chile, que está praticamente garantido na segunda competição mais importante do continente, com quatro pontos, seguido pelos peruanos, com um pontinho e -9 de saldo.

 

Os fantasmas perduram na Gávea?

O Flamengo é o time brasileiro que mais caiu na fase de grupos. Já são cinco eliminações precoces, e o torcedor se vê preocupado mais uma vez tendo que decidir a classificação fora de casa. E será numa das mais duras casas possíveis –  o Campeón Del Siglo – Estádio do Peñarol, em Montevideo, no Uruguai. O jogo preocupa ainda mais devido aos ocorridos no jogo do Maracanã, no primeiro turno, onde agressores uruguaios acabaram presos no Rio, pois a barra Amsterdan, uma das maiores torcidas aurinegras, entoou cânticos nos jogos nacionais em que diziam se os co-irmãos uruguaios não fossem libertados, os flamenguistas não voltariam ao Brasil. Com este cenário montado, o grupo poderia ser diferente para o time de Abel Braga, o rubro-negro precisava de um empate no Equador para avançar, mas perdeu de virada por 2 a 1 para a LDU. A equipe carioca continua precisando de apenas um resultado simples na última rodada, mas se perder e a LDU ganhar do San José, que surpreendeu o Peñarol ganhando por 3 a 1, o eliminado é o Flamengo.

 

Passeio alviverde no campo e na tabela

Outro brasileiro tem a vida mais fácil. O Palmeiras possui 12 pontos e lidera o Grupo F, onde o San Lorenzo é o vice-líder, com 10 pontos. Os palmeirenses passearam no Peru despachando o Melgar por 4 a 0. Com a derrota, o clube se manteve na terceira posição, com quatro pontos, mas vê a vaga para a sula ameaçada pelo Junior Barranquilla que somou seus primeiros três pontos depois de uma vitória simples de 1 a 0 sobre os argentinos.

 

Por: Erick Viana| Imagem de capa: divulgação Libertadores

 

You May Also Like

One thought on “Apito Copeiro – Fim da quinta rodada e os 10 classificados para o mata-mata da Libertadores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram