Judô: Seleção Brasileira viaja com 23 atletas para o Grand Slam de Ecaterimburgo

São 12 atletas no masculino e 11 no feminino. Competição começa na próxima sexta-feira (15)

 

A Seleção Brasileira convocou 24 atletas para a próxima etapa do Circuito Mundial, em Ecaterimburgo, na Rússia. Os atletas viajaram nesta segunda-feira (11), em busca de medalhas e pontos para o ranking olímpico, que cede vagas para Tóquio 2020.

Mesmo esvaziado, com apenas 403 atletas confirmados – 200 judocas a menos se comparado com o Grand Slam de Paris no mês passado – o torneio na Rússia é importante por contemplar com 1000 pontos o vencedor da etapa.

Veja também: Jefferson Paulino, goleiro do Bangu, é o primeiro convidado do programa do Tabela Carioca nesse ano

No masculino viajaram: Erick Takabatake (13º) e Phelipe Pelim (21º) na categoria até 60kg; Daniel Cargnin (7º) na categoria até 66kg; Eduardo Barbosa (33º) e Marcelo Contini (28º) até 73kg; Eduardo Yudi Santos (21º) na categoria 81kg; Eduardo Bettoni (66º) e Rafael Macedo (18º) no ranking até 90kg; Leonardo Gonçalves (24º) e Rafael Buzacarini (28º) -100kg; David Moura (4º) e Rafael Silva (6º) na categoria pesada, acima de 100kg.

O meio-leve (66kg), Michael Marcelino – atual vice-campeão mundial Júnior – estava convocado e iria viajar com a equipe, mas o atleta foi barrado por suspeita de dengue.

 

Já no feminino, Nathália Brígida (35º) -48kg, Eleudis Valentim (28º) e Sarah Menezes na categoria até 52kg e Rafaela Silva (7º) até 57kg, lutam no primeiro dia de competição. No segundo dia, Aléxia Castilhos (28º) e Ketleyn Quadros (25º) no grupo até 63kg e Maria Portela (8°) até 70kg, entram no tatame em busca de medalhas. No último dia as categorias mais pesadas entram em ação: Mayra Aguiar (6º) e Samanta Soares (26º) na categoria até 78kg; Beatriz Souza (9º) e Maria Suelen Altheman (5º) na + 78kg.

O sorteio das chaves está previsto para quinta-feira (14). As classificatórias terão início às 2h (horário de Brasília) e a fase final – com disputas de medalha – às 9h. A Federação Internacional disponibiliza transmissão ao vivo da competição pela Ippon TV.

 

No ano passado, o Brasil saiu da Rússia com oito medalhas: um ouro, duas pratas e cinco bronzes.

No ano passado, Maria Portela ficou com o ouro na etapa russa. Na final, Portela bateu a russa Taisia Kireeva (Foto: Marina Mayorova/IJF)

 

Há duas semanas atrás, o time brasileiro conquistou cinco medalhas no Grand Slam de Dusseldorf, na Alemanha, conseguindo a inédita segunda colocação no quadro de medalhas.

 

 

 

 

Por: Danilo Goes  |  Foto de destaque: Divulgação/CBJ

You May Also Like

One thought on “Judô: Seleção Brasileira viaja com 23 atletas para o Grand Slam de Ecaterimburgo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram